Domingo, 27 de Abril de 2008

Ballets de Repertório: 'A Bela Adormecida'

A Bela Adormecida (The Sleeping Beauty)...

É um ballet de três actos, cinco cenas e ainda prólogo.

Compositor: Tchakovsky

História: Marius Petiba e Ivan Vsevolojsky (baseado no conto original de Charles Perrault)

Coreografia: Marius Petiba

Estreia Mundial: 5 de Janeiro de 1890 no Teatro Maryinsky de São Petersburgo, Rússia. Carlota Brianza interpretou a Princesa Aurora; Paul Gerdt, o Príncipe; Marie Petipa, a Fada Lilás; Enrico Cecchetti, Carabosse; Varvara Nikitina, Princesa Florine; Enrico Cecchetti, o Pássaro Azul.

 

Resumo da História:

Este ballet conta a história de uma menina, cujas madrinhas tinham sido as fadas de todo o reino, menos uma, a fada má, que como não foi convidada para o baptizado da pequena Princesa Aurora, se vingou nela, rogando-lhe uma maldição. Para que esta maldição se concretrizasse, a fada má (Carabosse) ofereceu um fuso (objecto pontiagudo) à pequena Aurora, com a intenção de que a princesa se picaria e morreria.

Uma das fadas ainda conseguiu mudar a maldição, fazendo com que a princesa nao moresse, mas sim adormece-se, durante cem anos, despertando apenas com um beijo de um principe.

O tempo passou, e quinze anos depois, na sua festa de aniversário, Carabosse disfarça-se de dama e oferece um fuso a Aurora. A princesa brinca com o objecto, e ecaba por picar-se, desmaiando em seguida, tal como toda a corte.

O tempo passa, o castelo está cercado por ervas e eras, mas 100 anos mais tarde uma fada aparece nos sonhos de um principe, contando-lhe tudo, e ele parte em busca de Aurora.

Durante a viagem, o principe tem  de ultrapassar muitos obstáculos deixado por Carabosse, mas quando chega ao castelo e vê Aurora, beija-a, e ela aos poucos vai acordando. Quando desperta totalmente, eles apaixonam-se logo!

Para além de Aurora, toda a gente no castelo acorda, como se nada se tivesse passado,  o principe pede Aurora em casamento. Ela aceita.

Na sua festa de casamento, aparecem todas as personagens dos contos de fadas, e acontece uma festa muto bonita!

(Para leres todo o libreto desta história clica aqui, vai a Ballets de Repertório, de seguida em 'A Bela Adormecida', e por fim em Libreto).

 

Curiosidades:

Marcou o apogeu da Rússia dos Czares, além de ser o grande sucesso de Tchaikovsky em vida São características especiais da obra as variações muito ricas em técnica, especialmente a da Fada Lilás, que Petipa construiu para sua filha, Marie Mariusovna Petipa.

Outra curiosidade é que a fada do mal, Carabosse, costumava ser apresentada por um homem, provavelmente para ficar mais grosseira e pesada.

 

Amanhã:

  -->Passos básicos: Os quatro (ou cinco) arabesques!

 

P.S.- Beatriz, eu, na escola onde ando, a minha professora mistura um pouco o ballet romantico com o ballet clássico, mas é sem duvida mais clássico!

          Stef, sim o ballet comtemporeneo é muito bonito, mas para quem está habituado desde pequena (como eu) ao clássico, não gosta assim tantop de comtemporâneo.

publicado por Balletomane às 18:48
link do post | comentar | favorito
|

Exercicio da semana

Um dos meus exercicios favoritos, os degages! Adoro a rapidez, a musica, tudo...!

Video da semana

Esta semana, um video que não é ballet clássico, mas sim um ballet moderno! (Repara bem no modo descontraido com que ela faz tudo em pontas!)
Photobucket ao Balletomanes, um blog sobre ballet! Aqui vais poder encontrar muito sobre a história do ballet, sobre ballets de repertorio e muito mais à cerca desta maravilhosa Arte! Balletomane- Fanático por ballet, grande fã desta arte. Esta palavra foi criada na Rússia, no século XIX.

Status

Photobucket

Parceiros

Free JavaScripts provided
by The JavaScript Source

Musicaa

arquivos

Abril 2008

online